Segunda-feira, 23 de outubro de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Tornando papai mais participativo!

Por Beatriz Luna *


Algumas dicas para você ajudar seu marido a tornar-se mais ativo nas tarefas de casa e no relacionamento com seu filho.

Cresci ouvindo sempre a mesma ladainha: "seu pai nunca trocou uma fralda, nunca ajudou em nada...". Acredito que os pais de hoje sejam mais participativos do que os de antigamente, mas essa mudança não chegou a todos os lares. Muitas mulheres ainda reclamam e sofrem com a inatividade de seus companheiros em relação às crianças.

Entendendo o companheiro

Antes de reclamar do seu marido lembre-se do "background" dele, isto é, da forma como foi criado e educado. Isso ajudará a entender seu comportamento: se o pai dele nunca deu uma mamadeira ou nunca participou de atividades com o filho, ele também terá dificuldades para realizar essas tarefas. Às vezes seu marido pode ficar parado, apenas olhando você trabalhar feito uma maluca e não ajudar em nada... talvez ele não saiba por onde começar!


Uma dica interessante é incentivá-lo a participar de cursos oferecidos por alguns hospitais, que ensinam a cuidar do bebê. Ele pode ir aprendendo antes mesmo da criança nascer!

Dê uma chance para seu marido

Você já tentou explicar para seu companheiro como ele deveria ajudar ou participar? Mostre de que forma você gostaria que ele contribuísse nas atividades com a criança e explique a importância de um bom relacionamento entre pai e filho desde cedo.


Nós, mulheres e mães, muitas vezes começamos alguma atividade e fazemos tudo automaticamente, sem pedir nada. Acreditamos que somos supermulheres e que somente nós sabemos fazer tudo! Nos acomodamos com esse raciocínio e nem damos a eles a chance de participar.


Então, o que fazer para ajudá-lo? Tente reservar horários especiais para o pai e seja mais flexível. O perfeccionismo em relação ao cuidado dos filhos também acaba sendo um empecilho. Não fique reclamando que ele não sabe dar a mamadeira do jeito certo, que troca a fralda de maneira errada, que não brinca com a criança direito... Assim você intimida o papai. O ideal é que ele não perceba sua desaprovação, portanto tente não ser tão exigente e relaxe!


* Beatriz Luna é jornalista e mãe de três filhos pequenos.


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Manual do ficar, especial para pais 17/06/2002 às 15:36:00

Para os pais que não viveram a onda do "ficar".

   
Pais e professores, uma relação delicada 03/01/2001 às 15:04:00

Ao escolher a escola de seus filhos, os pais passaram por um longo e sério processo em busca do conhecimento do método, forma de disciplina, tratamento oferecido e filosofia da instituição. Finalmente... a decisão e, com ela, a expectativa de que acertara

   
A eterna magia do pó de pirlimpimpim 03/12/2001 às 16:14:00

Histórias infantis escritas na década de 20 resistem ao tempo e encantam as gerações posteriores.

   
Quando a timidez atrapalha 07/03/2001 às 15:59:00

A timidez na infância é natural e pode atrapalhar relacionamentos. Mas crianças exageradamente inibidas deixam de viver muitas emoções porque têm medo das próprias ações. Conheça o universo dos introvertidos.