Terça, 27 de junho de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Alimentos inteligentes

Por Luiza Helena Marcondes *


Uma boa alimentação na primeira infância é diretamente responsável pelo desenvolvimento do cérebro de seu filho. Conheça como agem e quais são os alimentos "inteligentes"

As mitoses dos neurônios (multiplicação das células do cérebro) ocorrem até os 3 anos de idade e quando a criança está bem nutrida. Um indivíduo desnutrido, que não pode alimentar-se bem nessa fase da vida, não consegue completar esse processo. Conseqüentemente, o seu grau de inteligência também ficará comprometido. De acordo com a professora e coordenadora do curso de nutrição do Centro Universitário São Camilo, Sandra Chemin, de São Paulo, mesmo que a criança, anos mais tarde, comece a comer bem, as células cerebrais não conseguem mais se recuperar. "Quando se trata de cérebro, o que se formou está formado, o que foi lesado não pode mais ser corrigido", ela garante.


Os neurônios são diferentes das outras células do corpo. Quando cortamos um dedo
ou fraturamos um osso, o próprio organismo se encarrega da reposição de micropartículas do corpo que formam novos tecidos no lugar daquele que foi danificado. No caso do cérebro, o processo de complica. Existem estudos, no entanto, que apontam a ocorrência de algumas mitoses até o 5º ano de vida, de forma bem
mais lenta.


Para que isso ocorra e se possa obter o pleno desenvolvimento de tais células é preciso que a criança tenha uma alimentação bem equilibrada e rica em proteínas (carnes) e alimentos que forneçam energia (os carboidratos). "Se ingerir, por
dia, três frutas quaisquer, verduras, legumes, arroz, feijão, carne, 1 copo de leite ou derivado, seu filho terá uma alimentação equilibrada e nutritiva", diz a professora. E terá, portanto, mais condições de ficar "inteligente", embora não se possa definir essa característica apenas pela boa alimentação. A inteligência é fruto de vários fatores, que incluem principalmente o estímulo cerebral, como leitura, acesso à informação e muita conversa.

Crianças em idade escolar

O café da manhã é extremamente importante para um bom rendimento na escola. Sem ele, o nível de glicemia do organismo cai na metade deste período e a criança fica fraca, desatenta, sonolenta. E não consegue se concentrar na aula. Segundo a professora Sandra Chemin, um desjejum nutritivo, pode ter a seguinte composição:

1 copo de leite

1 porção de cereais matinais ou 4 bolachas sem recheio

1 fruta


Para os que estudam à tarde, o almoço não deve conter alimentos muito gordurosos e pesados, excelentes indutores do sono. A refeição ideal deve conter:

1 bife médio

2 colheres (sopa) de feijão

3 colheres (sopa) de arroz

2 colheres (sopa) de verdura

2 colheres (sopa) de legumes

1 fruta


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Dicas para proteger seus filhos 26/03/2003 às 13:21:00

Principalmente as grandes cidades oferecem uma série de riscos para nossos filhos. Veja aqui dicas para protegê-los contra alguns problemas, como assalto e seqüestro.

   
Abuso sexual contra crianças 14/08/2004 às 14:27:00

Na grande maioria dos casos de abuso sexual contra crianças, o agressor é um parente ou conhecido da família. O que fazer para evitar essa ameaça que parece tão próxima?

   
Manual do ficar, especial para pais 17/06/2002 às 15:36:00

Para os pais que não viveram a onda do "ficar".

   
Crianças especiais 05/11/2003 às 13:40:00

Classes regulares aceitando alunos com necessidades especiais já são realidade em algumas escolas. Naturalmente, como em toda reformulação, existem dúvidas dos pais. Será positiva a convivência entre crianças com diferenças mais acentuadas?

   
Receitas especiais para diabéticos 10/03/2003 às 10:29:00

Criança que sofre de diabetes não precisa abrir mão da sobremesa. Aprenda a preparar doces com produtos dietéticos!