Segunda-feira, 24 de novembro de 2014
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

De pai para filho

Oferecimento Sulinvest

Por Leandro Bren Vianna *


Há muitos anos a caderneta de poupança era a aplicação financeira mais utilizada pelos pais para acumular um determinado capital que, no futuro, pudesse ajudar seus filhos. Hoje há diversas outras opções para chegar lá. Conheça algumas delas.

Os tempos passam, tradições e costumes se modificam de geração em geração. Quem não se lembra das fraldas de pano, hoje (graças a Deus) substituídas pelas fraldas descartáveis? Ou de brincadeiras como o pião, ou mesmo as bolinhas de gude, que nem são mais lembradas diante da enorme variedade de vídeo games e programas de computador? E aquelas bonecas de pano substituídas por outras que hoje falam, comem, dormem?


Enfim, poderíamos encher uma página inteira lembrando de coisas existentes no passado que atualmente só encontramos - e se encontrarmos - na casa de nossos avós. Em relação aos investimentos, ao contrário do que muitos imaginam, as coisas também evoluem. Num passado recente, ou para alguns até um momento presente, quando nascia um filho a coisa mais natural do mundo era abrir uma caderneta de poupança e lá depositar todos os meses uma pequena quantia que, acumulada ao longo do tempo, seria o suficiente para a criança (eterna forma como os pais se referem aos filhos, independentemente de sua idade) iniciar a vida.


Hoje opções como seguro educação, títulos de capitalização, programas de previdência ou até mesmo fundos de investimento, se tornam produtos mais atraentes e competitivos aos olhos dos pais. Vamos conhecê-los melhor?

Seguro educação

Consiste numa apólice que garante a seu filho ou dependente uma renda mensal para auxiliar o custeio de sua educação, em caso de morte ou invalidez do pai ou responsável legal. Você escolhe a renda a ser recebida, que pode ser fixa ou corrigida por um índice de inflação, e qual será o período de cobertura, que pode ser contratado por toda a vida escolar ou por ciclos.

Títulos de capitalização

Quem não sonha em presentear um filho com um carro zero quilômetro quando ele completar 18 anos? Uma das atuais alternativas de se realizar este desejo são os títulos de capitalização. Suponha que você opte por um plano de 60 meses e comece a pagar prestações mensais quando seu filho estiver ainda com 13 anos. No final do plano e quando seu filho atingir a maioridade, você receberá em dinheiro o valor referente ao resgate de seu título e poderá adquirir o automóvel à vista, muitas vezes até com desconto. Além disso, como vantagem, você ainda concorrerá a sorteios semanais no valor do carro.

Previdência Privada

Garante uma reserva financeira para seus dependentes. Ela poderá ser usada para pagar uma faculdade ou como uma renda adicional. As contribuições são investidas por profissionais e garantem a atualização monetária por um índice de inflação, além de uma distribuição anual de um percentual dos excedentes financeiros. Quando a pessoa atinge 21 anos, passa a ser o titular do fundo e a dispor de todos os benefícios do investimento. Em alguns planos, benefícios fiscais são mais uma vantagem agregada ao produto.

Fundos de Investimento

Cada vez mais desmistificados e acessíveis, os fundos se tornam uma excelente forma de acumular recursos. Apresentando diversas alternativas, entre os conservadores, moderados e agressivos, de renda fixa ou variável, os fundos têm "roubado" boa parte dos recursos que seriam investidos na poupança. Além da inexistência de carência, este tipo de aplicação vem consistentemente auferindo rentabilidades superiores à da caderneta.


Assim sendo, podemos concluir que as opções estão aí. Resta agora escolher a que melhor atende às suas necessidades.

* Leandro Bren Vianna é Gerente de Informações e Produtos da Sul América Investimentos.


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Natal dentro do orçamento 13/11/2004 às 14:44:00

Saiba como planejar seus gastos e reduzir as despesas de fim de ano para não começar o ano novo no vermelho.

   
Educação financeira em dose infantil 03/05/2001 às 14:19:00

Questões financeiras dizem respeito a toda a família, inclusive aos pequenos. Afinal, eles também entram no orçamento doméstico. Mas é importante respeitar a maturidade da criança para não envolvê-la em assuntos que gerem traumas futuros.

   
Dicas para diminuir as despesas domésticas 06/02/2004 às 21:55:00

Com medidas simples, é possível reduzir bastante os gastos mensais com energia elétrica, água, telefone e outras despesas. Saiba como!

   
O que seu filho quer ser quando crescer 02/04/2001 às 14:31:00

O garotinho diz que será piloto de avião e a menina quer brilhar nas passarelas da moda: são os pequeninos sonhando com a profissão. A escolha da carreira é pessoal, mas a ajuda dos pais é bem vinda. Oriente seu filho sem traçar o caminho por ele.