Quarta-feira, 26 de julho de 2017
Página inicial do clicfilhos.com.br
    

Entrevista da Mônica, mãe da Fernanda


Leia aqui o que os pais têm a dizer sobre a educação bilíngue.

Mônica, mãe de Fernanda, 19 anos. Fernanda estudou em Escola Bilíngue dos 04 aos 14 anos, estuda no 2º ano de Medicina na Faculdade Anhembi/Morumbi.

1- Você teve dificuldade de dar o suporte necessário para o seu filho estudar em uma escola bilíngue? Se houve dificuldades, quais foram?

Não tive nenhuma dificuldade em dar todo o suporte necessário para minha filha quando ela entrou aos 2 anos de idade em uma Escola Britânica. É fundamental que ou o pai ou mãe sejam fluentes, no idioma que a criança vai ser alfabetizada para ajudar nos deveres de casa, leitura, filmes, teatro, cantar juntos as músicas aprendidas, conversar e trocar ideias sobre a Escola, professores, amiguinhos, no novo idioma que a criança está aprendendo. É uma forma natural e rápida da criança perceber que os pais também falam esse segundo idioma.

2- De que maneira a educação bilíngue beneficiou academicamente ou profissionalmente o seu filho?

Nos dias de hoje, é fundamental, imprescindível, que a criança já cresça fluente em inglês, a língua universal, para mais tarde escolher mais um idioma, espanhol, mandarim, alemão... para ter um Curriculum Vitae rico, para o jovem ter mais chances e facilidades de ingressar no mercado de trabalho mais estruturado. Pois a competitividade é grande, e um jovem com 2 ou 3 idiomas e uma boa Universidade está mais preparado para disputar vagas interessantes e disputadas em boas empresas, seja qual for a carreira escolhida.

3- Além da aprendizagem de outra língua, cite três vantagens não acadêmicas que a educação bilíngue acrescentou à vida do seu filho?

Um Jovem Globalizado, que poderá compreender as diferentes culturas, raças, mentalidades, comportamentos, opções religiosas, políticas e sociais internacionais, e que estará pronto para viver, trabalhar, viajar por qualquer parte do planeta, compreendendo, respeitando e valorizando as diferenças entre os povos.

4- Você acha importante que os pais falem língua que filho aprende na escola?

Sim, muito importante, pelo menos um dos pais, para que seja natural e de fácil compreensão pela criança. A metade da vida infantil e juvenil é passada dentro da escola bilíngue.

5- Você recomendaria essa experiência para outros pais?

Totalmente. É mais fácil e rápido a criança já aprender o 2º idioma desde muito pequena. Em 2 ou 3 anos a criança já estará alfabetizada no novo idioma, que vai acrescentar experiências positivas em toda a sua vida pessoal, social e profissional.


Comentário:    
       

Matérias relacionadas

   
Entrevista da Ana Louise 17/10/2012 às 22:12:31

Leia aqui o que os filhos têm a dizer sobre a educação bilíngue.

   
Entrevista da Rafaela 17/10/2012 às 22:33:57

Leia aqui o que os filhos têm a dizer sobre a educação bilíngue.

   
Entrevista da Dora 17/10/2012 às 22:39:23

Leia aqui o que os filhos têm a dizer sobre a educação bilíngue.

   
Entrevista da Suely, mãe do João e da Beatriz 17/10/2012 às 22:55:49

Leia aqui o que os pais têm a dizer sobre a educação bilíngue.